Faixa publicitária
Localização: HOME BASKET CLINIC JOGADORES ENTREVISTAS Fiz uma muito boa escolha

Fiz uma muito boa escolha

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Avaliação: / 4
FracoBom 

altAs jovens da equipa sénior do GDESSA-Barreiro ganharam mais um jogo na edição deste ano, do Campeonato Nacional da Liga Feminina de Basquetebol.

No final da partida, falámos com a extremo canadense Kendel Ross.


Kendel, foi uma boa vitória no Porto. Foi um jogo difícil?
Sim, foi um jogo difícil, pois a equipa do Académico é uma boa equipa, além disso a viagem foi muito longa, estava muito frio no pavilhão e o chão era muito escorregadio. Nós não estamos habituados a jogar nestas condições e acabou por ser mais um obstáculo que tivemos de ultrapassar.

No entanto, sinto que a nossa equipa jogou com atitude e passou todos esses problemas e garantiu a vitória. Defensivamente estivemos fortes e eu penso que esse foi o factor principal que nos levou à vitória.

A primeira volta da Liga Feminina acaba na próxima quarta-feira e o GDESSA-Barreiro vai jogar a Barcelos. Como encaras esse jogo?
Eu julgo que o jogo de quarta-feira vai ser outro grande desafio, visto que é novamente uma viagem muito longa. Foi bom termos jogado no sábado em circunstâncias idênticas pois agora já vamos estar mais preparadas. A nossa equipa terá que continuar a jogar de forma agressiva e terá que conseguir melhorar nas situações ofensivas, se quisermos sair por cima e regressar ao Barreiro com nova vitória.

Na tua primeira época a jogar na Europa, tens sido uma das jogadoras mais em destaque na nossa Liga. Estás surpreendida com o teu desempenho?
Em relação ao meu jogo, estou contente até agora. Eu não sabia o que me esperava no meu primeiro ano na Europa e para ser verdadeira, não estava muito informada sobre o basquetebol português. Até jogar os primeiros jogos estava na expectativa de perceber se conseguiria ter sucesso nesta Liga ou não. Jogo pela selecção do Canadá desde os meus 17 anos e penso que isso me preparou para as regras da FIBA, assim como para as diferenças entre o basquetebol americano e o europeu.

Penso que me adaptei bem, no entanto, penso que a mudança da linha de 3 pontos verificada neste verão, fez com que o meu lançamento exterior tenha que vir a ser mais trabalhado, mas acredito que esse não é um problema só meu, pois estão todos a tentar ajustar-se às novas regras, portanto não estou em desvantagem. E à medida que a época vai avançar tudo vai melhorar e a nossa equipa vai continuar a melhorar também. Em resumo, estou a gostar muito da minha experiência e sinto que fiz uma muito boa escolha quando assinei pelo GDESSA-Barreiro, para minha primeira equipa na Europa.

 

 


Buscas no Planeta Basket

  • Treinadores

  • Lendas

  • Resultados

Sample image Canto do Treinador Exercicios, comentários, artigos, etc...ver artigos...

Sample image Lendas de Basquetebol Quem foram as personagens marcantes da modalidade. ver artigos...

Sample image Resultadoos e Classificações Todos os resultados na hora... Ler mais...

Facebook

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária