Faixa publicitária
Localização: HOME Diversos Competições: Diversos Eclipse após o descanso

Eclipse após o descanso

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Avaliação: / 2
FracoBom 

Mariyana KostourkovaUm eclipse quase total no último quarto (20-4) ditou a primeira derrota do CAR Jamor Feminino na presente temporada. Aconteceu em Torres Novas, frente à equipa de José Monteiro,

que não utilizou as suas duas norte-americanas nos dez minutos iniciais (11-25), por opção. Mas a desconcentração e algum deslumbramento por parte das comandadas de Kostourkova na etapa complementar permitiram ao conjunto torrejano virar o resultado a partir do minuto 33. Mas é a cometer erros que as equipas crescem.

Diga-se desde já que naturalmente também houve mérito das anfitriãs, alicerçadas obviamente na capacidade de Story e Barber, mas não só. Porque a internacional lusa Nádia Fernandes, a quem José Monteiro atribuiu a responsabilidade de capitanear a equipa, cumpriu a preceito o seu papel, bem acompanhada pela atiradora Mariana Pinheiro, que acertou o tiro exterior na 2ª parte.

Até ao intervalo (26-42) o CAR Jamor jogou muito bem, de uma forma personalizada e eficaz (59% nos lançamentos de campo), com sentido colectivo (6 assistências) e cometendo poucos erros (5 turnovers). A bola chegava a preceito à área pintada e aí a capitã Beatriz Jordão (7/8 nos duplos até ao intervalo) fazia estragos, mesmo depois da entrada de Story e Barber (excelente ressaltadora), autoras da totalidade da pontuação das torrejanas no 2º quarto (15-17). A base Ana Carolina Rodrigues (4 passes decisivos) comandava bem a equipa, bem acompanhada por Mariana Silva (muito confiante e em evolução contínua) e Ana Ramos (muito forte no 1x1 e boa lançadora).

Mas após o descanso as coisas modificaram-se por completo. A atitude das pupilas de Kostourkova mudou como do dia para a noite, passando a defender mal e no ataque também as opções não eram as mais correctas. Ainda se poderia pensar que após a desqualificação de Jade Barber (5ª falta pessoal no minuto 28, aos 43-53), o CD Torres Novas quebrasse, mas foi precisamente o contrário. Por isso a par do demérito das jogadoras do CAR Jamor, ainda muito inexperientes (apenas 5 jogadoras Sub-18 e não 3 como por lapso escrevemos) também houve muito mérito das torrejanas que nunca deixaram de acreditar no triunfo. A equipa de Kostourkova somava erros atrás de erros (10 turnovers no 3º quarto, o dobro dos cometidos até ao intervalo) e não conseguia acertar. Isso foi mais visível no último período, quando esteve mais de 10 minutos sem marcar pontos, tendo consentido um parcial de 22-0 (de 43-55 no minuto 28 para 65-55 no minuto 38). As anfitriãs empataram (55-55 à entrada do minuto 33), com o 2º triplo de Mariana Pinheiro e apesar de Mariyana Kostourkova ter parado o cronómetro de imediato, não conseguiu travar a embalagem das torrejanas que, lideradas por Rachel Story passaram pela 1ª vez para o comando ainda no minuto 33 (57-55), início de mais 10 pontos sem resposta. O marcador subiu até aos 65-55 e depois de Ana Carolina Rodrigues ter quebrado o longo jejum da sua equipa, marcando 2 lances livres (65-57), foi Nádia Fernandes que sentenciou definitivamente a partida ao acertar a sua 2ª bomba (68-57) no minuto 39. Seria Ana Ramos a selar o resultado final na conclusão de um contra-ataque.

Resultado final: CD Torres Novas 68-59 CAR Jamor Feminino

Destaque nas vencedoras para as prestações de Jade Barber, MVP do encontro (19,5 de valorização) que em 17:31 minutos de utilização conseguiu um duplo-duplo (14 pontos, 10 ressaltos sendo 4 ofensivos e duas faltas provocadas com 2/3 nos lances livres), seguida de perto por Nádia Fernandes (8 pontos, 2/3 nos triplos, 8 ressaltos sendo metade ofensivos, 3 assistências, 4 roubos e duas faltas provocadas) e Rachel Story (23 pontos, 2 ressaltos defensivos, duas assistências, 2 roubos e 4 faltas provocadas com 5/6 nos lances livres). Bons contributos ainda de Mariana Pinheiro (12 pontos, 2/4 nos triplos, 2 ressaltos sendo 1 ofensivo e uma assistência) e da moçambicana Vânia Sengo, ainda Sub-19 (10 pontos, 7 ressaltos sendo 3 ofensivos, duas assistências, 2 roubos e uma falta provocada com 2/2 nos lances livres), que ajudou à superioridade da sua equipa na luta dos ressaltos.
No CAR Jamor Feminino a mais valiosa (14,0 de valorização) foi a poste Beatriz Jordão, apesar de ter baixado de rendimento (14 pontos e 5 ressaltos na 1ª metade) após o intervalo (16 pontos, 9 ressaltos defensivos, uma assistência, 1 desarme de lançamento e duas faltas provocadas), seguida de Ana Carolina Rodrigues (8 pontos, 3 ressaltos defensivos, 4 assistências, 4 roubos e 3 faltas provocadas com 2/2 nos lances livres) e Ana Ramos (9 pontos, 4/5 nos lançamentos de campo repartidos por 3/4 nos duplos e 1/1 nos triplos, 3 ressaltos sendo 2 ofensivos, 1 roubo e duas faltas provocadas).

Justíssima a vitória do CD Torres Novas, alicerçada na supremacia verificada nas tabelas (34-26 ressaltos), tanto na tabela defensiva (20-19) como na ofensiva (14-7), no menor número de erros cometidos (15-23 turnovers), por ter sido mais colectivo (13-9 assistências), ter roubado mais bolas (12-8) e ter sido ainda mais eficaz da linha de lance livre (77%-40%) ao falhar apenas 3 das 13 tentativas de que dispôs contra 6 em 10 tentados por parte do adversário. O CAR Jamor apenas esteve melhor em termos de eficácia nos lançamentos de campo (40%-50%), tanto nos duplos (43%-51%) como nos triplos (31%-33%), ao acertar 1 triplo em 3 tentativas contra 4 em 13 tentados por banda das vencedoras.

Ficha de jogo
Palácio dos Desportos de Torres Novas

CD Torres Novas (68) – Patrícia Martins, Ana Carla Marques (1), Mariana Pinheiro (12), Nádia Fernandes (8) e Vânia Sengo (10); Maria Sousa, Rachel Story (23), Jade Barber (14), Iolanda Cunha e Beatriz Martins

CAR Jamor Feminino (59) – Ana Carolina Rodrigues (8), Luana Serranho (4), Mariana Silva (7), Sara Moreira (4) e Beatriz Jordão (16); Jessica Garcia (2), Ana Rua (2), Eliana Cabral (5), Susana Carvalheira (2), Tess Santos, Ana Ramos (9) e Madalena Rodrigues

Por períodos: 11-25, 15-17, 22-13, 20-4

Árbitros: Tiago Agudo e António Mendes, da AB Santarém

O próximo compromisso da CAR Jamor Feminino está marcado para dia 13 de Novembro, no Pavilhão Fidelidade (Estádio da Luz), para defrontar o SL Benfica a partir das 21H00.

 

 


Buscas no Planeta Basket

  • Treinadores

  • Lendas

  • Resultados

Sample image Canto do Treinador Exercicios, comentários, artigos, etc...ver artigos...

Sample image Lendas de Basquetebol Quem foram as personagens marcantes da modalidade. ver artigos...

Sample image Resultadoos e Classificações Todos os resultados na hora... Ler mais...

Facebook

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária